The new project...
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
Compartilhe | 
 

 Anedotas pa chorar a rir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sk'/l!ne
Administrador
Administrador


Número de Mensagens: 51
Data de inscrição: 02/07/2008

MensagemAssunto: Anedotas pa chorar a rir   Sex Jul 04, 2008 12:25 pm

Miúdos rebeldes

Um casal tinha dois filhos, um de 8 e outro de 10 anos, que eram umas pestes.

Os pais sabiam que se houvesse alguma travessura onde moravam, eles com
certeza estariam metidos. A mãe das crianças ficou sabendo que o novo
padre da
cidade tinha tido bastante sucesso em disciplinar crianças.


Então ela pediu ao padre que falasse com os meninos. O padre concordou, mas pediu para vê-los separadamente.


A mãe, então, mandou primeiro o filho mais novo.

O padre, um homem alto com uma voz de trovão, sentou o puto e perguntou-lhe austeramente:

- Onde está Deus?

O puto abriu a boca, mas não conseguiu emitir nenhum som, ficou sentado, com a boca aberta e os olhos arregalados.



Então, o padre repetiu a pergunta num tom ainda mais severo:

- Onde está Deus?

Mais uma vez o puto permaneceu de boca aberta sem conseguir emitir nenhuma resposta.



Então, o padre levantou ainda mais a voz, e com o dedo no rosto do puto berrou:

- ONDE ESTÁ DEUS ?!

O puto saiu correndo da igreja directamente para casa e trancou-se no quarto.



Quando o irmão mais velho o encontrou, perguntou-lhe:

- O que é que aconteceu?

O irmão mais novo, ainda tentando recuperar o fôlego, respondeu:


- Desta vez estamos mesmo F…….... Deus desapareceu e acham que fomos nós !
pale


Porque o nome dos furacoes são sempre de mulheres?
A: Porque quando chegam são loucos e molhados... e quando partem... levam
carro e casa junto. Razz Razz Razz



Um casal de namorados estava a fazer amor.


- Querido, não tens sida pois não?


- Achas querida, claro que não!


- Ainda bem porque não quero apanhar isso outra vez!

affraid


A professora viu que o Joãozinho não estava a fazer o que lhe era pedido e vai falar com ele.
- Joãozinho qual é o seu problema?
- Sou muito inteligente para estar no primeiro ano. A minha irmã está o
terceiro ano e eu sou mais inteligente do que ela. Eu quero ir para o
terceiro
ano também!
A professora, que não consegue resolver este problema, manda o aluno
para a sala do director. Enquanto o Joãozinho espera na ante-sala, a
professora
explica a situação ao director. O director diz à professora que vai
fazer um teste com o aluno. Como é certo que ele não vai conseguir
responder a
todas as perguntas, vai mesmo ficar no primeiro ano. A professora
concorda. Chama o Joãozinho e explica-lhe que ele vai ter que passar
por um teste e
o menino aceita. O Director pergunta para o Joãozinho:
- Joãozinho, quanto é 3 vezes 3?
- 9.
- E quanto é 6 vezes 6?
- 36.
O director continua com a bateria de perguntas que um aluno do terceiro
ano deve saber responder. Joãozinho não comete erro algum. O director
diz
então para a professora:
- Acho que temos mesmo que colocar o Joãozinho no terceiro ano.
A professora pergunta:
- Posso fazer algumas perguntas também?
O director e o Joãozinho concordam. A professora pergunta:
- O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas?
Joãozinho pensa um instante e responde:
- Pernas.
Ela faz outra pergunta:
- O que é que há nas suas calças que não há nas
minhas?
O director arregala os olhos, mas não tem tempo de interromper...
- Bolsos. (Responde o Joãozinho).
Mais uma:
- O que é que entra na frente na mulher e que só pode entrar atrás no homem?
Estupefacto com os questionamentos, o director prende a respiração...
- A letra "M". (Responde o garoto.)
A professora continua a arguição:
- Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho
- Na África. (Responde Joãozinho de primeira.)
E continua:
- O que é que entra duro e sai mole pingando?
O director apavorado. E o Joãozinho responde:
- O macarrão na panela.
E a professora não pára:
- O que é que começa com "b", tem "c" no meio, termina com "a" e para ser usada é preciso abrir as pernas?
O director fica paralisado. E o Joãozinho responde:
- A bicicleta.
E a professora continua:
- Qual o monossílabo tónico que começa com a letra "C" termina com a letra "U" e ora está sujo ora está limpo?
O Director começa a suar frio.
- O céu, professora.
- O que é que começa com "C" tem duas letras, um buraco no meio e eu mesma já dei para várias pessoas?
- CD.
Não mais se contendo, o director interrompe, respira aliviado e diz para a professora:
- Põe esse aluno como director, pois eu errei todas!!
Laughing


Entra uma vampira num café de vampiros. Chega
ao balcão e pede um copo de água quente. Ao ouvirem o pedido, os outros
vampiros olham para ela,
incrédulos!
Nisto, ela tira um penso higiénico (do período) usado e pergunta:
-Que foi? Já não se pode beber chá???




Numa certa noite, estavam dois amigos (um preto
e um branco) a discutir sobre quem conseguia dar mais quecas numa
noite. Para resolver a questao,
decidiram ir a uma casa de putas.
Uma vez lá chegados, escolheram as suas companheiras e cada um dirigiu-se ao respectivo quarto.
O amigo branco, energicamente, deu a primeira, agarrou num lapis e fez um traço na parede. Logo a seguir, adormeceu.
Acordou poucas horas depois, e entusiaticamente (embora com menos
energia) deu a segunda, deitou-se e fez outro traço na parede. Logo a
seguir voltou
a
adormecer.
Voltou a acordar algumas horas depois e a custo, lá conseguiu dar a
terceira, arrastou-se para a parede e fez o terceiro traço. A seguir
adormeceu para o resto da noite.
Na manhã seguite, o amigo preto foi ao quarto do amigo branco, para ver
como ele se tinha safado. Olhou para a parede e exclamou:
- Cento e onze?! Sacana, ganhaste-me por três!!


----------------------------------------

Um homem esta a conduzir por uma auto-estrada deserta, quando ve um cartaz na berma da estrada que diz:
IRMAS DA MISERICORDIA CASA DE PROSTITUICAO 10 Km.
Pensa que foi so um relampago da sua imaginacao e continua atento a
estrada sem mais pensamentos. De repente encontra outro cartaz que diz:
IRMAS DA MISERICORDIA CASA DE PROSTITUICAO - 5 Km e chega a conclusao
que esses cartazes sao reais. Quando passa pelo terceiro sinal que diz:


IRMAS DA MISERICORDIA CASA DE PROSTITUICAO PROXIMA A DIREITA
Uma grande curiosidade apodera-se dele e vai ate a estranha casa.
Para o carro no estacionamento e avista uma pequena casa de pedra com um pequeno sinal na porta dizendo:
IRMAS DA MISERICORDIA.
Sobe as escadas e toca a campainha. A porta e atendida por uma freira num longo e negro habito que lhe pergunta:
- O que podemos fazer por ti, meu filho?"
Ele responde:
- Eu vi os cartazes ao longo da estrada e estou interessado em fazer negocio."
- "Muito bem, meu filho. Segue-me por favor."
E e conduzido por varias salas e corredores, e cedo fica desorientado.
A freira para perto de uma porta fechada, e diz ao homem:
- "Por favor bata a essa porta".
Ele faz o que ela lhe disse e a porta e atendida por outra freira num longo
habito segurando uma caneca de lata. Esta freira diz-lhe:
- "Por favor ponha 10.000$00 na caneca, depois va ate ao fim deste corredor ate uma porta larga de madeira"

Ele tira duas notas de cinco contos da sua carteira e coloca-as na
lata da freira. Corre um pouco ate ao fim do corredor e passa pela
porta,fechando-a atras dele. Quando a porta bate atras dele, descobre
que voltou ao parque de estacionamento, e ve um outro pequeno sinal que
se
encontra virado para ele:
VAI EM PAZ, ACABASTE DE SER FODIDO PELAS IRMAS DA MISERICORDIA.

O Rei Artur estava pronto para ir para as
Cruzadas. Antes de partir, vai ver o mago Merlin e pede-lhe para
fabricar o melhor cinto de castidade que
pudesse. Isso para que nenhum cavaleiro atentar contra a virtude de sua
linda esposa. No dia seguinte, Merlin volta com um cinto que,
contrariamente a todas as expectativas do Rei Artur, possui um buraco
exatamente onde não deveria ter...
* Merlin!!! - berra o Rei - Estás a gozar comigo?
* Observe, Majestade, - diz o Mago, mostrando uma pequena guilhotina
com uma lâmina afiada - ela funciona assim que se introduz algo no
buraco...
* Excelente! Realmente excelente. Traga-me a Rainha, para que possamos instalar a geringonça!
Três anos depois, Artur volta das Cruzadas. Ao chegar a Camelot, convoca todos os cavaleiros:
* Vamos lá! Baixem as calças, é o exame médico!
Todos os cavaleiros alinham-se em frente ao Rei e baixam as calças.
Para horror e estupefação do Rei, todos estão amputados!!! Todos, excepto o fiel Lancelot.
O Rei, vendo que seu fiel amigo não o traiu, agarra-o pelos ombros e diz:
* Lancelot, estou orgulhoso de ti! Enquanto nenhum dos outros resistiu
à tentação de dormir com a Rainha, conseguiste domar os teus impulsos.
Por isso, concedo-te o que quiseres. Faz a tua escolha.
Mas Lancelot ficou mudo...
* Que foi, Lancelot? Perdeste a língua?!

Um indivíduo surpreende a mulher em sua cama
com outro... Tirou o revólver da cintura, armou o gatilho e então já ia
metendo bala nos dois, quando
parou pra pensar e foi percebendo como a sua vida de casado havia
melhorado nos últimos tempos. A esposa já não pedia dinheiro pra
comprar carne,
aliás, nem para comprar vestidos, jóias e sapatos, apesar de todos os
dias
aparecer com um vestido novo, uma jóia nova ou uma sandalinha da moda.
Os meninos mudaram da escola pública do bairro para um cursinho
superchique, na
zona Sul. Sem contar que a mulher trocou de carro, apesar dele estar há
quatro anos sem aumento e ter cortado a mesada dela. E o mercado então,
nem se
fala, eles nunca tiveram tanta fartura quanto nos últimos meses. E as
contas de luz, água, telefone, internet, celular e cartão de crédito,
fazia
tempo que ele nem ouvia falar delas. O caso é que a mulher dele era
mesmo um avião, uma mistura de Tiazinha com Vera Fisher, temperada no
caldo da
Feiticeira. Coisa de louco. Guardou a arma na cintura e foi saindo
devagar, para não atrapalhar os dois. Parou na porta da sala e disse
pra si
mesmo:
- O cara paga o aluguel, o supermercado, a escola das crianças, as
contas da casa, o carro, o shopping, todas as despesas e eu ainda faço
amor com ela
todos os dias...
E fechando a porta atrás de si, concluiu:
- Bolas, o corno é ele!

-------------------------

Três pessoas sobreviveram a um naufrágio: um português, um americano e
um brasileiro. Eles nadaram, nadaram, nadaram, até que chegaram a uma
ilha.
- IUHUUUU!!!! Uma ilha! Estamos salvos!! - gritaram.
Logo que chegaram à tal ilha perceberam que a mesma era habitada por nativos pouco amigáveis. Então, foram conversar com eles:
- Olá, somos sobreviventes de um naufrágio. Poderiam ajudar-nos?
- Não, vocês não podem ficar aqui. (detalhe: os nativos eram poliglotas)
- Mas, por favor... snif, snif... deixe-nos ficar... nós vamos morrer se vocês não nos deixarem ficar aqui!!!
- Tudo bem... tudo bem... mas para ficarem na ilha cada um dos três tem de ir ao mato e trazer duas frutas!!!
Então, os três imbecis foram atrás das frutas...
O primeiro a chegar foi o americano, com uma ameixa e uma uva.
Então o nativo mor disse:
- Agora, coloca as duas frutas no cú. Se rires morres!!!
O americano pôs a ameixa... e tudo ok. Colocou a uva... e riu-se... Teve o pescoço cortado!
Mais tarde veio o português, com uma maçã e uma laranja e o nativo mor fez o mesmo discurso...
- Se rir morre!!!
O português, no sacrifício, colocou a maçã. Na hora da laranja ele se matou de rir e teve o pescoço cortado.
Mais tarde, os dois se encontraram no céu e o português disse ao americano:
- Então? Também te riste, não foi?
- Pois foi, a uva estourou quando eu tava a colocá-la... fez cócegas e eu não aguentei e ri... E tu?
- Eu fiz um tremendo sacrifício para pôr a maçã mas, quando tava a
colocar a laranja, vi o brasileiro a chegar com um melão e uma
melancia!!!

--------------------------

Pois tava lá o empregado da fazenda de vacas leiteiras lavando e
Limpando o curral quando deparou-se com uma máquina moderna de ordenha.
Curioso,ele começou a apalpar a máquina até que ela lhe chupou um dedo.
Mente suja, meio taradão, ele logo colocou o bilau na máquina e a
máquina chupava como uma doida. E ele ali, fazendo aquela cara de
prazer até atingir
o orgasmo. Rapidamente seguiu-se um segundo orgasmo. Na hora que ele
foi tirar o pingolin da máquina cadê que ele saía?
Puxou e nada.
E a máquina chupando. E ele puxava e nada.Desesperado, ele começa a
procurar o botão prá desligar aquela coisa. E a máquina chupando. Já
tododescabelado ele viu a plaquinha, do lado:
"DESLIGA-SE AUTOMATICAMENTE AOS CINCO LITROS."

------------------------------

TÁXI
Depois de ficar sem dinheiro, um homem sai do Casino Estoril às três da manhã, e vai para a praça de táxis.
- Boa noite. Olhe, tenho um problema: preciso que me leve a Lisboa.
Não tenho aqui nenhum dinheiro comigo, mas se me levar a casa, moro num
primeiro andar subo para ir buscar o dinheiro da corrida e pago-lhe.
- Nã, essa história não me cheira, já fui escaldado várias vezes.
respondeu o taxista.

- Faça-me lá esse favor. È que já é tão tarde e eu tenho que ir para casa.
- "Nã, nã, nã... não o levo.Vá mas é andando.
Finalmente, o homem chegou a Lisboa como pôde. Cerca de um mês depois
volta ao Casino e a sorte sorri-lhe ganhando uma pequena fortuna.
Sai do Casino novamente por volta das quatro da manhã para apanhar um
táxi e ao reparar que na praça de táxis, onde havia cerca de uns vinte
táxis, o último táxi era o do outro dia, pensa para si mesmo:
- Espera aí meu grande filho da p*** , hoje é que te vou f**** .
Vai ter com o primeiro taxista:
- Olá, boa noite. Dou-lhe 200 euros se me levar a Lisboa, mas com uma condição.
- Claro que sim, seja aual for a condição aceita o taxista.
- Quando chegarmos a Lisboa tem de me chupar a gaita.
- Ó seu sacana, vá mas é chatear outro.
O segundo taxista:
- Olá, boa noite. Dou-lhe 200 euros se me levar a Lisboa, mas com uma condição.
- Pois não. O que é que tenho que fazer?
- Quando chegarmos a Lisboa tem de me chupar a gaita.
- Ponha-se mas é a andar antes que eu lhe parta as trombas.
Assim, correu toda a fila de taxis até que chegou ao último, e lhe disse:
Olhe, dou-lhe 200 euros se me levar a Lisboa, mas com uma condição.
- Claro, diga lá qual é a condição respondeu o taxista.
- Quando passar por todos os outros taxistas da fila, levante os braços e grite:

- Vou para Lisboa, vou para Lisboa!




As últimas 7 são as melhores... Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing


Cumpzzz




Sk'/ Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ptuga.forumotion.com
 

Anedotas pa chorar a rir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Anedotas - Tópico oficial
» É pra rir e chorar
» VALE A PENA LER, É DE CHORAR DE RIR
» Anedotas De Natal
» não sou fã de anedotas de loiras, mas desta gostei :P

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
PTuga ::  :: -